Oportunismo, uma grande sacada


Arrisco inserir pela primeira vez aqui nesse blog uma peça para, digamos assim, ‘admiração’. Não queria fazer desse blog um pequeno anuário do Pedro comentando as peças publicitárias que mais me agradaram adicionadas as minhas delirantes elucubrações em torno delas.
Vinha evitando essas inserções por achar pouco construtivo para minha criação de texto já que ela iria se apropriar de material alheio é fácil dialogar com o que já está feito, o difícil é criar de punho próprio. Eu já disse isso, foi o que tanto critiquei lá embaixo, no último post. Agora, tento me persuadir, dizendo pra mim mesmo que vai ser só por exercício, um esporte de observação para começar a manjar das coisas da ‘tal’ publicidade. Abri a porteira vamos ver quantos bois vai passar, mas chega de conversa fiada, vou divagar um pouco sobre a peça mais massa que encontrei no site da voxnews.com.br . Lá estão todos os créditos sobre está peça. Eu não irei citar por acreditar ser desnecessário, já que a gente sempre esquece o nome dos criadores, a não ser quando se trata de um trabalho de uma estrelinha. Mas o sonho acabou, tem muita gente agora, não existem mais estrelas fulgurantes no céu da publicidade. Isso é passado, quando ela era a bola da vez. Mas isso é conversa pra outro post, e lá vaia a minha sacada sobre a sacada da criação dessa peça.

A engenhosidade desta peça está no aproveitamento das circunstâncias. Parece ser simples agora que já está pronto, dá pra pensar assim ‘o Fidel se aposentou, legal, vou usar em um anúncio’ não é bem assim que as fichas caem. É preciso ter muita intimidade com a publicidade, visão holística e principalmente observação do mundo que está acontecendo lá fora, fora da agência e dos manuais de publicidade.
A sacada do criador veio, tenho certeza, em um momento de iluminação. Ele viu, e agora parece que todos poderíamos ter visto e ter tido a mesma associação para potencializar o anúncio de plano de previdência.
Agora, diante desse bem bolado anúncio, só me resta uma dúvida: Será que o criativo já guardava na manga essa idéia, e só esperava mesmo o aviso oficial? Ou, é um raio que caiu exatamente quando a notícia se espalhou?
Vou tentar descobrir entrando em contado com a agência, também vou cuidar para ver quantos anúncios vão sair com esse mesmo ‘gancho’ do Fidel.
Aguardem-me.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente